Produção estudantil é destaque na plenária, em Ilhéus, para a Conferência Estadual de Ciência e Tecnologia

1 de março de 2024 09:58

A abertura da Plenária Macroterritorial preparatória para a 5ª Conferência Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I), dos territórios de Identidade Litoral Sul, Baixo Sul, Vale do Jiquiricá e Médio Rio de Contas, realizada nesta quinta-feira (29), foi marcada pelo debate sobre a necessidade de fortalecer a produção de conhecimento e popularizar a ciência nos diversos setores da sociedade. A solenidade aconteceu na Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), em Ilhéus, e contou com a presença do secretário de Ciência e Tecnologia do Estado, André Joazeiro, e da secretária da Educação do Estado, Adélia Pinheiro, além de autoridades, representantes de instituições científicas, de empresas, da sociedade civil e do setor público.

Ao destacar as ações já implementadas pelo Estado nas escolas e universidades estaduais baianas, a secretária Adélia Pinheiro reforçou a importância de potencializar, cada vez mais, a ciência e a tecnologia no cotidiano da Educação Básica e do Ensino Superior. “Temos o compromisso de trabalhar a produção do conhecimento, o desenvolvimento da tecnologia no dia a dia das escolas e a utilização como ferramentas de construção do percurso pedagógico de cada estudante e, também, o estudante como produtor de Ciência e Tecnologia”, afirmou.

Produção, compreensão e reconhecimento do que essas tecnologias vêm repercutindo na vida cotidiana foram alguns dos pontos abordados na Conferência Macroterritorial, com destaque para o programa Ciência na Escola, da SEC, e para os projetos protagonizados e apresentados no Encontro Estudantil da Rede Estadual de Ensino, que reuniu mais de 900 projetos e mais de três mil estudantes e educadores na Arena Fonte Nova, no final de 2023, para a apresentação dos resultados das pesquisas de iniciação científica realizadas na rede estadual de ensino, ao longo do ano. “No Encontro Estudantil da Rede Estadual de Ensino pudemos ver os trabalhos realizados na rede, em todas as nossas escolas, no Ensino Médio, na Educação Profissional, na Educação de Jovens e Adultos e nas demais modalidades de ensino, como Educação do Campo, Indígena e Quilombola. Esta é a forma de a ciência estar dentro das escolas e de contribuir e integrar com tudo o que fazemos nas instituições de Ciência e Tecnologia com as escolas da rede estadual”, acrescentou a secretária Adélia Pinheiro.

Sobre a Conferência

A 5ª Conferência Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (CECTI) busca compreender as demandas científicas, tecnológicas e inovadoras dos municípios baianos para promover políticas públicas mais eficazes em CT&I. Organizada pelo Governo da Bahia, através da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), a primeira etapa incluirá 11 Conferências Macroterritoriais, que serão realizadas de 27 de fevereiro a 14 de março. As plenárias abordarão quatro eixos temáticos, formulados em âmbito nacional e destinados a atender às necessidades das regiões do Estado e do país, contribuindo para impulsionar a inovação em toda a Bahia.

Para participar da 5ª Conferência Estadual de CT&I e contribuir para o avanço da ciência, da tecnologia e da inovação na Bahia, o primeiro passo é comparecer às Plenárias Macroterritoriais. As inscrições para a etapa macroterritorial estão abertas e podem ser feitas através deste link. Para mais informações sobre o evento, basta acessar o site da Secti.

Foto: Secretaria de Comunicação GovBA

Reprodução/GovBA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *