Parceria entre a GNLink e Petrobahia promete antecipar chegada do gás natural ao interior do estado

24 de janeiro de 2024 09:51

Com base no potencial de utilização de Gás Natural na Bahia, a GNLink e a empresa baiana Petrobahia apresentaram, nesta terça-feira (23), ao secretário de Desenvolvimento Econômico, projeto que promete antecipar a chegada do Gás Natural ao interior do estado. O CEO Marcelo Rodrigues (GNLink) e o CEO Thiago Andrade (Petrobahia) explicaram que a intenção é implantar uma unidade de liquefação e compressão em Itabuna, conectada ao gasoduto da Bahiagás, para produção de Gás Natural Liquefeito e Comprimido no Sul do estado.
      
“Recebemos com muita alegria esta notícia e vamos dar todo o apoio institucional necessário para o empreendimento, que promete abastecer municípios com gás 100% baiano. Como eles explicaram, a meta é atingir até mil quilômetros no modal rodoviário. E não podemos esquecer que com o gás não há impacto ambiental e ainda ajuda na redução de carbono”, diz o gestor da pasta Angelo Almeida.

“A instalação da planta de Liquefação e Compressão de gás natural em Itabuna, uma iniciativa da GNLINK e Petrobahia em parceria com o gás baiano (Bahiagás), representa um marco significativo para o estado da Bahia. Esta instalação promoverá um aumento substancial na oferta de gás natural em áreas desprovidas de infraestrutura de dutos, desempenhando um papel crucial na transição energética estadual. Ao reduzir as emissões de gases poluentes originárias de combustíveis pesados, contribuirá para um ambiente mais sustentável e alinhado com práticas mundiais”, afirma Marcelo Rodrigues, CEO da GNLink.
      
A GNLink comprará o Gás Natural da Bahiagás, e irá investir, operar e manter todos os equipamentos necessários, com investimento na ordem de R$ 125 milhões. Já a Petrobahia fará a logística e utilizará o Gás Natural para ampliar a sua rede de postos com Gás Natural veicular no estado, com investimento na ordem de R$ 30 milhões.
A planta de Liquefação e Compressão em Itabuna terá capacidade total de produção de 98 mil m3 por dia de Gás Natural Liquefeito e Comprimido. Os equipamentos devem chegar entre março e maio com previsão de início de produção no terceiro trimestre de 2024.

A Bahiagás fornecerá o Gás Natural conforme contrato de longo prazo assinado, conforme chamada pública para interiorizar o Gás Natural em 10 cidades do Estado: Barreiras, Luis Eduardo Magalhães, Juazeiro, Linha Verde, Eunápolis, Santo Antônio de Jesus, Itapetinga, Porto Seguro, Vitória da Conquista e Texeira de Freitas.

Reprodução/GovBA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *