Freixo vai ao MP contra Pazuello por pressionar uso de cloroquina e ivermectina em Manaus

12 de janeiro de 2021 18:45

De revistaforum.com.br

Deputado federal do PSOL disse que o Ministério da Saúde deveria estar preocupado em “providenciar agulha, seringa e calendário de vacinação”

Por Lucas Vasques 12 jan 2021 – 16:00

O deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ) usou o Twitter para criticar a postura do Ministério da Saúde, de Jair Bolsonaro, e prometeu acionar o Ministério Público (MP). O titular da pasta, Eduardo Pazuello, está pressionando a prefeitura de Manaus a usar cloroquina e ivermectina, entre outros medicamentos sem eficácia comprovada, no combate ao coronavírus.

“Em vez de providenciar agulha, seringa e calendário de vacinação, Pazuello está pressionando a prefeitura de Manaus a distribuir cloroquina e ivermectina na rede pública. Até ronda nos postos de saúde o ministro quer fazer. Vamos acionar o Ministério Público Federal”, tuitou Freixo.PUBLICIDADE

Com o novo avanço da pandemia da Covid-19, a capital do Amazonas voltou a registrar números altíssimos de casos da doença, batendo recordes de internações e mortes.

“Inadmissível”

A alternativa de não utilizar estes medicamentos foi tratada como “inadmissível”, em documento enviado para a secretaria municipal de Saúde de Manaus.

“Aproveitamos a oportunidade para ressaltar a comprovação científica sobre o papel das medicações antivirais orientadas pelo Ministério da Saúde, tornando, dessa forma, inadmissível, diante da gravidade da situação de saúde em Manaus a não adoção da referida orientação”, diz o texto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *