TORCENDO

TORCENDO

SIkêra Jr. é um dos ídolos nacionais dos bolsominions, um fascista de merda que vomitava preconceitos, diuturnamenre, em um desses programas de tevê feitos para psicopatas.

Até pouco tempo, debochava das campanhas de isolamento social, para puxar o saco do mito e garantir uns trocados de publicidade oficial.

Gostava de fazer graça com a orientação sexual alheia e repetia a cantilena fascistoide de que bandido bom é bandido morto.

Não é apenas um conservador, mas um sádico a serviço da necropolítica em pauta, hoje, no Brasil.

Dizia que eram os maconheiros que iriam morrerá, até o fim do ano, que a esquerda tinha que deixar de mimimi, que a Covid-19 é uma gripezinha.

Agora, está enfrentando a dor da própria estupidez, em estado grave, por estar infectado pelo novo coronavírus.

Que ao menos sirva de exemplo para idiotas como ele.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *